Project 3D Mask Portugal

Instruções para Montagem da Viseira

importante para quem está a imprimir as peças 3D:
  • Proceda como se estivesse infectado pelo vírus COVID-19.
  • Use uma máscara facial e um novo par de luvas ao tirar cada lote de peças impressas.
  • Armazene as peças imediatamente num saco e feche-o
  • Contacte a equipa responsável e informe sobre o seu ambiente de fabrico.
  • Ainda existe um debate sobre quanto tempo o vírus sobrevive no plástico, mas a maioria das fontes menciona 2-3 dias. Isso significa que, deixando os protectores faciais embalados durante 2-3 dias antes de os distribuir, reduzirá bastante o risco de transmissão.
  • Não armazene todas as peças num só local de forma a minimizar o risco de contaminação cruzada.
Informações

Para mais informações, pedidos ou ofertas de ajuda, por favor entre em contacto através do grupo de WhatsApp criado para o efeito (não entre neste grupo caso pretenda contribuir com impressões, use o link mais abaixo).

Voluntários

Caso pretenda contribuir como voluntário, por exemplo na impressão de peças, ajudar na logística de recolha e distribuição, etc, entre neste grupo de WhatsApp e preencha por favor o formulário disponível da descrição do grupo. As suas respostas ao formulário ajudarão na nossa logística de acolhimento.

Concebidas para protecção total da cara e pescoço, estas máscaras permitem ao profissional de saúde proteger-se de gotículas, líquidos biológicos e aerossóis. No contexto da doença COVID-19 são particularmente importantes para a protecção de profissionais que lidam com estes doentes na urgência, nos cuidados intensivos, no bloco operatório e para a realização de procedimentos de elevado risco de aerossolização como a entubação traqueal (entre outros). São ainda compatíveis com o uso de máscaras cirúrgicas e/ou óculos de protecção. Um item essencial na protecção individual de muitos profissionais de saúde.

Comunicação 21 Março 2020

Este projecto encontra-se na sua fase inicial, o kickstart do mesmo ocorreu no passado dia 19 de Março. Propusémo-nos nesse dia a produzir e entregar um lote de máscaras em diversos hospitais de Lisboa, a fim das mesmas serem usadas,  testadas e aprovadas pelas suas equipas médicas, iniciando posteriormente novas fases de produção de lotes em maior escala.

Na próxima segunda-feira (23 Março) iremos aos hospitais Egas Moniz e Curry Cabral entregar o primeiro lote de máscaras, composto por todas as que conseguirmos produzir até esse dia.

Neste momento estamos em condições de assegurar que, a todos os prints 3D que sejam feitos pelos nossos voluntários, iremos adicionar uma viseira e posteriormente entregar nos nossos hospitais.

Como devem compreender, devido a todas as restrições que uma declaração de estado de emergência tem nas nossas vidas, a logística de coordenar um projecto de voluntariado à escala nacional implica grandes desafios.

Estamos a estabelecer contactos com outras redes de voluntariado a fim de encontrar a melhor forma de fazermos chegar aos profissionais de saúde de todo o país o trabalho realizado por todos os voluntários espalhados pelo país ansiosos de ajudar (muito obrigado a todos!).

Pedimos por isso a vossa compreensão para o facto de que para esta primeira entrega na próxima segunda-feira, nos iremos focar apenas no trabalho com voluntários da zona da Grande Lisboa.

Fica no entanto o nosso compromisso público que estamos a trabalhar para que este projecto evolua à escala nacional, e que o mais tardar no decorrer da próxima semana teremos novidades que iremos partilhar nesta página.


Pretendemos unir voluntários individuais, com acesso a uma “impressora 3D”, a uma causa comum: a produção distribuída de máscaras descartáveis para os nossos profissionais de saúde que combatem o COVID-19.

Procuramos de momento voluntários na zona da Grande Lisboa (com a possibilidade de alargar a outras zonas do país) que tenham em suas casas uma impressora 3D e que estejam dispostos a ligar e utilizar a mesma para contribuir neste projecto.

Na impossibilidade de contribuírem com a utilização da vossa impressora 3D, podem obviamente contribuir de outras formas, por exemplo cedendo material de impressão, ajudando na aquisição de novo material, na recolha/transporte/entrega dos materiais aos voluntários, etc.

Esta iniciativa segue o exemplo de um projecto idêntico em curso na República Checa, em que voluntários se coordenam na impressão massificada e descentralizada de máscaras de proteção, seguindo um modelo já testado e funcional.

A impressão 3D pode ser morosa e tem custos associados. Até que encontremos melhor solução para massificar a produção com menores custos, este trabalho voluntário está a dar uma resposta imediata e real.

Por enquanto a comunicação e coordenação de tarefas decorre via WhatsApp. Se entenderes que podes ajudar e participar nesta causa junta-te ao grupo respetivo, seguindo este link. Aqui poderás esclarecer dúvidas e ser encaminhado para o sub-grupo mais específico. Na descrição do grupo encontram um conjunto perguntas iniciais que devem responder de forma a facilitar a vossa integração no grupo/subgrupo.

Temos voluntários a trabalhar nas entregas de filamento bem como apoio de vendedores de filamento, apesar de terem fechado o atendimento ao público.

A impressão em si é simples, e tal como poderás consultar num dos links acima mencionados, resume-se a:

  • Filamentos recomendados e testados, por ordem de preferência: PetG > PLA > ABS.
  • Cama quente ajuda a agarrar (ou/e brim)
  • Qualidade 0.2 a 0.3mm
  • Não precisa de suporte
  • PetG: cama entre 70 e 80º (mas depende da marca, ver as especificações da marca)
    cabeça de impressão entre 220 e 250 (depende da marca do PetG)
  • PLA: cama entre 50 e 60º
    cabeça de impressão entre os 200 e 220º (dependendo da marca do PLA)

O tempo de impressão por máscara, com o modelo actual (disponível para download no final da página), ronda os 40 minutos.

Será posteriormente adicionado à vossa impressão 3D uma viseira, contamos com o apoio de um fabricante que já se encontra a fazer o corte a laser de folhas de vinyl transparente/acetato.

Os ficheiros necessários para a impressão do modelo podem ser descarregados aqui, no entanto pedimos que entrem primeiro em contacto connosco através do grupo de WhatsApp a fim de esclarecermos eventuais dúvidas e coordenarmos a produção e distribuição das máscaras aos profissionais de saúde.

Prototipo desenvolvido pela 3DWays.